“Preparem-se para a Terceira Guerra Mundial” alerta grupo Anonymous

179

O grupo ‘hacktivista‘ conhecido como Anonymous é quase impossível de colocar contra a parede. O grupo de magos da computação têm passado por grandes transformações desde seu humilde começo, e hoje a ‘entidade’ que uma vez trouxe grandes sites de corporações e governamentais aos seus joelhos, parece estar contente em ficar rosnando das sombras.  Seu ex-líder, Christopher X está foragido no Canadá, e o restante do grupo parece estar focando em outros interesses. Eles fizeram muitas ameaças durante as eleições de 2016 (EUA), mas revelaram poucas informações impactantes.

Contudo, a imprensa corporativa não esqueceu que com um grupo certo de hackers montado para uma “operação”, o grupo ainda pode ser perigoso, e quando o canal do YouTube, que usa um banner do Anonymous publicou um vídeo na semana passada, as pessoas ficaram espantadas.

No vídeo, o grupo alertou sobre uma próxima guerra mundial, declarando que “todos os sinais de uma vindoura guerra na Península Coreana estão surgido.”

O vídeo ainda diz: “Diferente das guerras do passado, embora haverá tropas de solo, a batalha provavelmente será violenta, brutal e rápida.”

O que segue no vídeo é um breve relatório da agravante situação na Península Coreana; contudo, há pouca informação, a não ser a sugestão de que a Austrália irá ter um papel central no vindouro confronto.

Os sites da imprensa corporativa fizeram uso do vídeo Anonymous. Já que foi a primeira vez que o grupo falou após um longo período, todos os canais estavam dispostos a publicar a história. Artigos resumindo o vídeo apareceram no  The Daily Mail, The New York Post, The Independent, bem como um número de outros sites.  A página do Facebook do Courier Mail descreveu o vídeo como sendo “assustador”. Até mesmo o Drudge Report, com tendências de direita, reportou a história.

É claro, há sempre uma boa chance de que o Anonymous possui informações internas – que eles têm ‘hackeado‘ do Pentágono e escutaram Trump e seus generais falando a respeito da guerra. Porém, se ele realmente têm estas informações, eles não as compartilharam no vídeo.

Veja o vídeo (Para instruções de como ativar a legenda em português, embora esta não seja precisa, clique aqui):