[VIDEO] Funerária é condenada por cobrar taxa extra de excesso de peso do corpo

554

A família de Matilde Guimarães, que morreu aos 64 anos, vítima de doença de chagas, ganhou na Justiça o direito à indenização de RS 50 mil, por danos morais, depois que o plano funerário se recusou a fazer o enterro alegando excesso de peso do corpo. O enterro só foi realizado depois do pagamento de uma taxa extra, de pouco mais de R$ 500.

 

 

veja mais

http://noticias.r7.com/jornal-da-record/videos/funeraria-e-condenada-por-cobrar-taxa-extra-de-excesso-de-peso-do-corpo-em-mg-16082016